“Sempre Aprendendo, Contudo,…”(2) – O Conjunto das Crenças das TJ, a Matemática e a Hipnose®

“Sempre Aprendendo, Contudo,…”(2) – O Conjunto das Crenças das TJ, a Matemática e a Hipnose®

16 de junho de 2021 Sempre aprendendo 3

2Sem conhecimento exato podemos ser enlaçados por ensinos falsos promovidos pelo opositor de Deus, Satanás, o Diabo, que é “mentiroso e o pai da mentira”. (João 8:44) Portanto, se certa doutrina contradiz a Palavra de Deus, se é uma mentira, então, crer nela e ensiná-la desacredita a Jeová e nos coloca em oposição a ele. Assim, temos de examinar cuidadosamente as Escrituras Sagradas para saber distinguir entre a verdade e a falsidade. (Atos 17:11) Não queremos ser como os que estão “sempre aprendendo, contudo, nunca podendo chegar a um conhecimento exato da verdade”. — 2 Timóteo 3:1, 7. (A Sent. 1/6/88, p. 15)

Obs. Inicial: Se o leitor(a) for uma TJ ativa, se esforce para lembrar, durante a leitura deste artigo, de tudo aquilo que é afirmado no trecho de A Sentinela acima citado (tenho que pedir isso porque sua mente militará fortemente para que esqueça de tais afirmações). Para te ajudar a resistir a esta tendência, em algumas partes do texto vou usar este ícone (). Cada vez que vir tal ícone, lembre de TODAS as afirmações acima.

Em vários artigos deste Blog eu defendo a seguinte tese:

QUEM TEM UM CONJUNTO DE VERDADES COMO O DAS

TJ NÃO TEM, AO MENOS POTENCIALMENTE, VERDADE ALGUMA!

Revendo tais artigos percebi que seria necessário expressar a realidade sublinhada acima de uma forma mais clara, mais evidente, e é isso que me proponho a fazer neste segundo artigo desta série.

          A conclusão sublinhada não é fruto do acaso; ela é fruto direto e necessário da doutrina oficial das TJ conhecida como:

“DOUTRINA DAS NOVAS LUZES”

(supostamente) baseada em Pv. 4:18.

          Sobre tal doutrina, notem como ela é fundamental à didática estabelecida pelo CG:

Um grande conjunto de verdades bíblicas revelado de uma só vez tanto ofuscaria como confundiria — semelhante ao efeito de se sair do escuro para a luz brilhante do sol. Além disso, a verdade revelada gradualmente fortalece a fé dos cristãos de forma contínua. Torna mais brilhante sua esperança e mais claro o caminho que devem seguir. (A Sent. 15/5/95, p.15).

O trecho acima defende as seguintes ideias:

– Conhecer toda a verdade de uma vez OFUSCA E CONFUNDE, portanto, (a) é útil e salutar manter alguma “escuridão”, a escuridão (leia-se: alguns conhecimentos falsos misturados a outros verdadeiros) PROTEGEM DO OFUSCAMENTO E CONFUSÃO QUE A VERDADE POR INTEIRO CAUSARIA!

(b) Ter alguns ensinos incorretos, em meio a ensinos corretos, é algo que permite o FORTALECIMENTO DA FÉ CRISTÃ!

É isso mesmo, leitor!

Conhecer por inteiro e rapidamente toda

a verdade é prejudicial à fé, segundo o CG!?

A analogia usada (ir da escuridão para a luz) nada mais é que uma falácia de falsa comparação, pois pretende associar uma experiência verdadeira a uma totalmente falsa, como se fossem a mesma coisa!

          Para perceber isso basta pensar no caminho inverso: Se conhecer toda a verdade de uma vez é uma experiência ruim, espiritualmente indesejável, assim como é ruim para o conforto visual sair da escuridão e ir para um local muito iluminado, então, se manter crendo em algumas mentiras ou até mesmo retroceder no conhecimento do que se cria com correção, para voltar acreditar em algumas mentiras é bom,  como ocorre com o conforto visual causado quando se sai de um local muito iluminado e se vai para um local mais escuro!

          Sair de profunda escuridão e ir para a luz, creio eu, pode cegar uma pessoa, já conhecer toda a verdade nunca causará qualquer efeito danoso, ainda mais na espiritualidade de alguém, e não é por outra razão que a Bíblia nos garante que a:

 A VERDADE (JESUS) LIBERTA!

Já para as TJ a preferência é outra. Ter um conjunto de crenças na qual se encontrem verdades misturadas a erros não é um mal, pelo contrário, o CG ensina que há benefícios nisso e deve ser por isso que a luz do conhecimento bíblico brilha “mais e mais” (como se lê em Pv. 4:18) sobre as TJ já por cerca de 150 anos, e o “dia perfeito”, isto é, um conjunto de crenças isento de erros nunca é, nem nunca será, obtido enquanto as TJ permanecerem aprendendo do CG, afinal, como se pode concluir da afirmação de uma A Sentinela recente, o CG sempre ensinará coisas corretas misturas a coisas incorretas às TJ, na medida em que seus ensinos, o alimento espiritual que fornece, não vem com o “selo Jesus não garantia”! Confira:

12 O Corpo Governante não recebe revelações da parte de Deus nem é perfeito. Por isso, ele pode cometer erros aos explicar assuntos da Bíblia ou ao dar orientações. (…). Na verdade, Jesus não disse que o escravo ia dar alimento espiritual perfeito. (A Sent. Estudo- 2/2017, p. 26)

Como disse, o alimento espiritual que o CG distribui nunca trouxe nem nunca trará qualquer garantia de perfeição, assim, enquanto as TJ aprenderem do CG esta será a realidade

– aprendizagem de ensinos corretos

misturados a ensinos incorretos!

Não obstante, a Bíblia ensina que o “escravo” (que as TJ identificam como sendo o CG) é FIEL em distribuir alimento espiritualNO TEMPO APROPRIADO” (Mt. 24:45) e isso só reforça a (falsa) analogia de sair da escuridão e ir para a luz:

 alimento espiritual contendo erros deve

 ser encarado como – APROPRIADO – pelas TJ!

E é esta realidade que me permite concluir que:

Quem tem um conjunto de crenças que

(necessariamente) mistura erros com acertos, na realidade,

não pode ter segurança na correção de nada do que crê!

É isso que passo a demonstrar abaixo usando como base noção elementar da teoria dos conjuntos que estudamos na matemática:

Abaixo estarão a representação do mesmo “conjunto universo” no qual se encontram todas as crenças das TJ.

A primeira representação mostra o conjunto NA VISÃO DE JEOVÁ que, obviamente, sabe o que dentro de tal conjunto já é uma verdade bíblica definitiva e aquilo que ainda não é.

A segunda representação do mesmo conjunto mostra como as TJ o enxergam.

Cada ponto dentro do conjunto representa uma das crenças e a soma de tais pontos representam a integralidade das crenças das TJ e as diferentes cores dos pontos significam:

– Pontos Brancos – representam crenças das TJ que não mudam mais, pois já são “a verdade”, isto é, já receberam todas as luzes que tinham para receber.

– Pontos Cinzas – são aquelas que já estão muito próximo de serem verdades definitivas, faltam poucas luzes para que eles se tornem brancos.

– Pontos Vermelhos – São aqueles que ainda estão muito longe de serem “a verdade, aquilo que a Bíblia realmente ensina”, vão “trocar de cor” muitas vezes até se tornarem cinzas para só depois evoluírem para o branco.

Conjunto das Crenças TJ NA VISÃO DE JEOVÁ:

Como já dito, Jeová sabe exatamente o que já é verdade absoluta, o que está a caminho de ser e aquilo que está muito longe de se quer parecer com a verdade!

– Agora notem a diferença, do mesmo conjunto acima, NA VISÃO DAS TJ:

É assim que as TJ veem seu conjunto de crenças, afinal, na impossibilidade de saber quais crenças do conjunto já são verdade absoluta, quais estão caminhando para ser e aqueles que ainda estão longe disso, todos os pontos de fé são encarados como:

verdades eternas, “aquilo que a Bíblia

 realmente ensina”, enquanto durem!

Poderia citar muitas publicações comprobatórias disso, mas vou me limitar a citar apenas uma, a qual revela uma realidade cotidiana das TJ, e esta revela que é realmente como se vê acima que elas enxergam o conjunto de suas crenças.

As TJ chamam sua religião de “a verdade”, é comum uma TJ, quando quer saber há quanto tempo uma outra pessoa é TJ, lhe perguntar “há quanto tempo você está na verdade?” e, na visão do CG, uma religião só pode ser “a verdade” se suas crenças forem todas VERDADEIRAS! ⇑⇑⇑⇑

Notem como o CG, falando diretamente às TJ, é hábil e incentivar esta falsa noção:

“COMO você aprendeu a verdade?” “Você nasceu na verdade?” “Faz quanto tempo que você está na verdade?” É bem provável que já tenham perguntado algo assim para você — ou que você tenha perguntado isso para outras pessoas. O que queremos dizer com a expressão “a verdade”? Geralmente, nós a usamos quando nos referimos às nossas crenças, nosso modo de adorar a Deus e nosso modo de viver. PESSOAS QUE ESTÃO “NA VERDADE” SABEM O QUE A BÍBLIA ENSINA e vivem de acordo com os princípios dela. Como resultado, elas se libertam de mentiras religiosas e têm a melhor vida que um humano imperfeito pode ter. (A Sent. 7/2020, p. 8)

– MENTIRA!

– MUITA MENTIRA!

– AS TJ SABEM QUE É MENTIRA!

– MAS COMO QUE HIPNOTIZADAS, ELAS CONSEGUEM LER A “MENTIRADA” ACIMA E NÃO ENXERGAR NADA DE ERRADO!

Vou tentar produzir abaixo um “choque de realidade”. Notem as imagens, retiradas de publicações do CG:

– Ai está!

– Alguma TJ defende aquilo que se vê nas imagens acima, hoje?

– Alguma TJ ousa afirmar que o “fim do sistema iníquo” já ocorreu e que as TJ que aparecem na foto (capa da A Sentinela de 15/11/84) não morreram?

– Alguma TJ nega que este foi um ensino “baseado a Bíblia”, que as TJ pregaram por décadas como se fosse “a verdade, aquilo que a Bíblia realmente ensina”?

– Mas este falso ensino, em algum momento, foi “alimento no tempo apropriado” (Mt. 24:45)?

E agora a pergunta final:

Quantos outros ensinos (que já compuseram o conjunto de crenças das TJ e hoje estão “fora do conjunto”), eu poderia ter usado como exemplo e quantos outros, conforme “novas luzes” forem chegando, eu poderei usar no futuro?

A resposta é uma só, potencialmente:

TODOS ELES!

Como alguém que crê em um conjunto de “verdades mutantes” pode afirmar que ABANDONOU AS MENTIRAS RELIGIOSAS, como lemos acima?

Só estando hipnotizado(a)!

Vou usar mais uma afirmação da mesma A Sentinela acima, apenas para mostrar a manipulação hedionda que o CG produz no cérebro das TJ:

3 A base de nossa fé não pode ser apenas o amor cristão que existe entre o povo de Deus. Por quê? Imagine que um irmão da congregação — até mesmo um ancião ou um pioneiro — cometa um pecado grave. Ou (…) Ou ainda, que um irmão se torne APÓSTATA e comece a dizer que não temos a verdade. (A Sent. 7/2020, p. 8-9)

A característica de um APÓSTATA é o fato deste alguém, FALANDO A VERDADE, afirmar que as TJ não têm a verdade!

Uso o exemplo citado: muitas TJ perceberam que o ensino sobre a “geração que não passaria” era uma mentira, era (mais) uma falsa profecia do CG, e deixaram de ser TJ!

Que erro haveria em tais pessoas usarem o “exemplo da geração” como exemplo de que as TJ não têm a verdade?

Notem, o “exemplo da geração” não constitui um “exemplo isolado de erro”, mas sim, revela o grave problema da didática adotada pelo CG;  crer em erros (e ensiná-los a outros em nome de Jeová, como se fosse “aquilo que a Bíblia realmente ensina”) será um problema constante de quem aprende com o CG e, por isso mesmo, o CG tenta convencer as TJ que não conhecer a verdade toda e rapidamente é benéfico, até porque, quando as TJ conhecerem a verdade toda o CG perderá sua função!

Para encerrar, pergunto: Você, enquanto TJ:

Tem  CONHECIMENTO EXATO, aquele sem o qual te sujeita a ser enlaçado:

2 (…) por ensinos falsos promovidos pelo opositor de Deus, Satanás, o Diabo, que é “mentiroso e o pai da mentira”. (João 8:44). Portanto, se certa doutrina contradiz a Palavra de Deus, se é uma mentira, então, crer nela e ensiná-la desacredita a Jeová e nos coloca em oposição a ele. Assim, temos de examinar cuidadosamente as Escrituras Sagradas para saber distinguir entre a verdade e a falsidade. (Atos 17:11). ?

Enquanto TJ você não é :

como os que estão “sempre aprendendo, contudo, nunca podendo chegar a um conhecimento exato da verdade”. — 2 Timóteo 3:1, 7. (A Sent. 1/6/88, p. 15),

ou você renuncia a tudo isso e fica com a:

DOUTRINA DAS NOVAS LUZES?

Não há meio termo – ou é um ou a outra!

————————-

Caro(a) Leitor(a): Você, finalmente conseguiu perceber que o CG manipula sua mente para que creia em coisas VIOLENTAMENTE contraditórias entre si e que você sequer se dá conta disso? Você percebeu que enxerga seu conjunto de crenças como se fossem todas verdadeiras, pois quando as ensina a outras pessoas você nunca as alerta sobre o que acabou de ensinar é apenas a “verdade atual”, e que tudo o que ensinou pode deixar de ser verdade na próxima A Sentinela publicada?

Se você não percebeu nada disso, só tenho um conselho a lhe dar:

CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE

(JESUS) O LIBERTARÁ!

Você discorda de mim em algo que tenha afirmado acima? Você tem uma explicação que harmoniza com a violenta contradição apontada? Me escreva e me conte! Ficarei muito feliz em saber o que tem a dizer sobre este artigo. Deixe seu comentário aqui no Blog ou escreva para 1tessaloniceneses5.21@gmail.com. Desde já, agradeço.

—————–

Nota Legal – Os Artigos deste Blog estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais. Reprodução integrais ou parciais são permitidas, desde que, citada a fonte e com inclusão de link que remeta diretamente para este artigo.

 

3 comentários

  1. areis disse:

    Bom dia.
    São provas tão evidentes que “os de mente fechada” deviam ler e reflectir sobre isso mesmo.

    Eu gostava de mencionar também os seguintes textos:

    S-01/01/1974 -pg.17/18 – 4 Considere também que só a organização de Jeová, em toda a terra, é dirigida pelo espírito santo ou a força ativa de Deus. (Zac. 4:6)……….No entanto, o povo de Deus pode compreender tais coisas espirituais. Por quê? Não por causa de inteligência especial de sua parte, mas, conforme declarou o apóstolo Paulo: “Porque é a nós que Deus as tem revelado por intermédio de seu espírito, pois o espírito pesquisa todas as coisas, até mesmo as coisas profundas de Deus.” (1 Cor. 2:10)

    S-15/01/1975- Pg.49 – 13 O amor “acredita todas as coisas”. Isto não quer dizer que os cristãos sejam crédulos. O ponto é que os cristãos têm confiança implícita no seu Pai celestial; não questionam o que ele lhes diz mediante sua Palavra escrita e sua organização.

    S-01/12/1982 – pg.13 – ” 4………..Ele, por sua vez, confiou “todos os seus bens” na terra (os interesses terrestres do seu Reino) a fiéis cristãos ungidos. Jesus chamou a estes de “escravo fiel e discreto”. (Mateus 24:45-47) Sua recompensa será participar algum dia junto com Cristo no governo celestial quais “sacerdotes” e ‘reis’ no seu reino. (Revelação 14:1, 4; 20:6) Hoje em dia, um restante desse “escravo fiel” ainda está vivo na terra. Seus deveres incluem receber e passar adiante a todos os servos terrestres de Jeová o alimento espiritual no tempo apropriado. Ocupam uma posição similar à de Paulo e seus colaboradores, quando esse apóstolo falou sobre as maravilhosas verdades que Deus revela ao seu povo: “É a nós que Deus as tem revelado por intermédio de seu espírito.” (1 Coríntios 2:9, 10)

    Lº “Mantenha-se no Amor de Deus” -2007-(Pg.61)- «22…….Pergunte-se: ‘Entendo por que as Testemunhas de Jeová às vezes tomam uma posição contrária à opinião popular? Ao enfrentar tal situação desafiadora, tomo minha posição plenamente convencido de que o que a Bíblia e o “escravo fiel e prudente” dizem ser o certo? (Mateus 24:45; João 17:17)

    S-15/02/2009 – (Pg. 27) – “13 O amor “acredita todas as coisas”. Isto não quer dizer que os cristãos sejam crédulos. O ponto é que os cristãos têm confiança implícita no seu Pai celestial; não questionam o que ele lhes diz mediante sua Palavra escrita e sua organização.

    S-15/7/2013 – (Pg. 20) – “2 O oportuno alimento espiritual que recebemos é prova de que Jesus, o Cabeça da congregação, está cumprindo sua promessa de nos alimentar. Por meio de quem ele está fazendo isso? Ao fornecer o sinal de sua presença, Jesus disse que usaria “o escravo fiel e discreto” para prover “alimento no tempo apropriado” aos seus domésticos.* (Leia Mateus 24:45-47.) Esse escravo fiel é o canal que Jesus está usando para alimentar seus seguidores verdadeiros neste tempo do fim. É essencial reconhecermos esse escravo fiel. Nossa saúde espiritual e nossa relação com Deus dependem desse canal. — Mat. 4:4; João 17:3.”
    (Pg. 25) – 20 Por meio do escravo fiel e discreto, Jesus segue o padrão que ele estabeleceu no primeiro século: alimentar muitos pelas mãos de poucos. Jesus designou esse escravo fiel para garantir que seus seguidores verdadeiros — quer dos ungidos, quer das outras ovelhas — recebessem constantemente o oportuno alimento espiritual nos últimos dias.

    S.E.Maio/2016 (Pg.24) – 6……..O que podemos fazer para não cair nessa armadilha? Primeiro de tudo, não podemos nos esquecer de que todo o alimento espiritual que recebemos vem de Jeová.

    Isto é para se comparar com o que está neste artigo quando menciona a Sent. Estudo- 2/2017, p. 26)

    • admin disse:

      Olá Areis – que bom o ter recebido novamente no canal e obrigado pelo “arsenal” que incluiu em sua mensagem. Espero que TJ que visitem o Blog venham a ler estas citações e, apenas isso, já lhe permita perceber que há algo de muito errado na religião TJ.
      Como sempre digo, volte sempre e comente sempre!

  2. areis disse:

    Boa tarde. Revendo o meu comentário, reparei que citei erradamente o texto da S. 15/2/2009.
    Peço desculpa pelo lapso e aqui vai a correcção:
    Pgs. 24/27

    4 Considere o que habilita o escravo fiel e discreto a prover alimento espiritual oportuno e sustentador. “Eu te farei ter perspicácia e te instruirei no caminho em que deves andar”, diz Jeová, acrescentando: “Vou dar conselho com o meu olho fixo em ti.” (Sal. 32:8) Sim, Jeová orienta o escravo. Portanto, podemos confiar plenamente no discernimento, entendimento e orientação que o escravo nos proporciona à base das Escrituras.

    11 Se Jeová e Jesus Cristo confiam plenamente no escravo fiel e discreto, não devemos nós também confiar? Afinal, o escravo tem sido fiel em cumprir seu trabalho designado. Por exemplo, a revista A Sentinela já é publicada por quase 130 anos. Reuniões, assembléias e congressos das Testemunhas de Jeová continuam a nos edificar espiritualmente.

Deixe uma resposta para areis Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *