Porção Insana de Alimento Espiritual (2) – Desafio: Fazer o que o CG Manda Fazer!

Porção Insana de Alimento Espiritual (2) – Desafio: Fazer o que o CG Manda Fazer!

23 de maio de 2021 Porção Insana de Alimento Espiritual 2

Era tarde da noite. Um criminoso (com uma ficha criminal imensa), segue de carro por uma estrada quando se depara com uma blitz policial. Calmante ele obedece a ordem, para o veículo e apresenta a documentação exigida. O policial apenas observa os documentos e quando já ia liberando o motorista para seguir viagem este afirma ao policial:

“Naturalmente, é fácil eu dizer que sou uma pessoa honesta. Outra coisa é eu provar isso. A única maneira em que isso pode ser feito é “puxando minha ficha criminal”. O que demonstra ela? Pesquise!

– Esta atitude do criminoso lhe causa perplexidade?

– O que você diria sobre a respeito?

Entre tudo o que se pode ser dito eu destaco:

– Se o criminoso quisesse ser descoberto como tal e preso, bastava afirmar que era um criminoso e se entregar (portanto, não deve ser o caso).

– O mais provável é que o criminoso tem uma estranha segurança na incapacidade do policial pesquisar ou perceber os crimes em sua longa ficha criminal, razão pela qual “se deu ao luxo” de pedir o que pediu!

A situação acima ilustra bem, ao menos, duas porções de “alimento espiritual no tempo apropriado” que o CG fez publicar (uma bem recentemente e outra bem mais antiga).

Ao ler tais “porções” a perplexidade que surge é (ou pelo menos deveria ser) a mesma que você sentiu ao ler a situação hipotética descrita acima!

Veja se concorda comigo:

A já “famosa” Sentinela de Estudo de 2/2017 p. 26, §12, nos dá uma prévia da “ficha criminal” da “Organização de Jeová” quando afirma:

12 O Corpo Governante não recebe revelações da parte de Deus nem é perfeito. Por isso, ele pode cometer erros aos explicar assuntos da Bíblia ou ao dar orientações. Tanto é que no Índice encontramos o assunto “Esclarecimento de Crenças”, com uma lista de ajustes em nosso entendimento da Bíblia desde 1870.

Interessante notar que o trecho sublinhado acima começa falando sobre ERROS (ao explicar a Bíblia e dar orientações) mas, logo após,  no trecho em negrito (que exemplifica o trecho sublinhado) o termo “erros” se transforma  em “ESCLARECIMENTOS” e “AJUSTES” (aí se nota uma clara técnica de neurolínguista: se faz uma afirmação mais forte, seguida de uma afirmação amenizada sobre o mesmo tema, a fim de a mente do leitor fixe a afirmação lida por último)!

Não obstante, o que a Sentinela acima confessa é que na religião das TJ, errar ao ensinar sobre a Bíblia e ao dar orientações é algo que sempre ocorreu.

Obs. Ao ler o argumento acima, as TJ deverão pensar:

“mas não é assim como todas as religiões?”

É verdade, porém, necessário lembrar que todas as demais religiões são, na visão das TJ, parte de Babilônia, são todas religiões falsas, dirigidas por Satanás! Não obstante, o argumento acima transforma tudo em “farinha do mesmo saco” e por isso é necessário perguntar porque o fato da religião das TJ ser (segundo afirmam): “a única religião verdadeira”, “a única religião com a qual Jeová trata” e a única religião que funciona como “canal de comunicação de Jeová”, não a tornar “farinha de saco diverso” neste aspecto?

Na porção de “alimento espiritual” mas antiga sobre o tema aqui proposto, afirmou o CG (sob o título: Identificação do “Profeta”):

Naturalmente, é fácil dizer-se que este grupo age como “profeta” de Deus. Outra coisa é provar isso. A única maneira em que isto pode ser feito é recapitular a história. O que demonstra ela? (A Sent. 1/10/72 p. 581)    

Então, é recapitulando o  histórico deste “profeta” (deixando claro que o termo “profeta” é usado entre aspas na Sentinela, não porque se esteja relativizando o fato do CG ser o “profeta de Jeová” para nossos dias, mas sim, porque não se trata de uma só pessoa mas sim de um “profeta coletivo” – o CG), “profeta” que tem um histórico ininterrupto de erros desde seu início (exatamente quando fala sobre a Bíblia e dá orientações), então, é verificando este histórico que teremos a prova cabal de que ele é o “profeta de Deus”, conforme afirma a Sentinela citada acima.

Quem conhece o (verdadeiro) histórico deste profeta (conforme consta da literatura da própria Sociedade), logo fica perplexo com este convite (assim como gera perplexidade a situação hipotética proposta no início deste artigo)!

Obs. Antes de seguir é necessário destacar que há dois aspectos de suma importância na Sentinela de 1972 citada, aspectos que não podem ser perdidos de vista em momento algum:

A autoafirmação de que se é o “profeta de Deus” para nossos dias não prova coisa alguma em favor do CG, afinal, afirmar isso é fácil (como confessou o próprio CG), qualquer um pode fazê-lo.

Analisar o “histórico” deste profeta é a ÚNICA MANEIRA de se comprovar que o CG é “o verdadeiro profeta de Jeová para os nossos dias”, não há outro critério avaliativo que nos possa dar esta certeza, conforme afirmou o próprio CG.

A segunda, atual, inesperada, insana e ABSOLUTAMENTE MENTIROSA “porção de alimento”, neste sentido está Sentinela (de Estudo) de 5/2021 p.3.

Obs. Se você é uma TJ, você sabe que aquilo que irei repro-

duzir abaixo é mentira, você sabe que se fizer

aquilo que se lê ali será desassociado

por apostasia!

Vejamos (em 3 atos):

8 O que fazer para não tropeçar? É preciso examinar os fatos. Foi isso que o escritor do Evangelho de Lucas fez. Ele estava decidido a pesquisar “todas as coisas com exatidão desde o início”. Ele queria que seus leitores ‘tivessem plena certeza das coisas’ que tinham ouvido sobre Jesus. (Luc. 1:1-4) (…) Do mesmo modo, hoje as pessoas também precisam examinar os fatos. 1Elas têm que comparar os ensinos do povo de Deus com o que as Escrituras dizem. 2As pessoas também precisam estudar a história do povo de Jeová nos tempos modernos. 3Se elas “puxarem a ficha” do povo de Deus, o preconceito e o que outros falam não vão cegá-las.

De acordo com a enumeração lançada para cada trecho sublinhado acima, temos:

1 – Se o(a) leitor(a) é uma TJ que não quer tropeçar ela precisa (faça um “x” na opção correta, considerando aquilo que tem sido a prática em sua vida enquanto TJ):

(  ) Comparar os ensinos (inclusive os errados, conforme a Sent. 2/2017) do povo de Deus (leia-se “do CG”) com o que as Escrituras dizem ou deve apenas

(  ) “…comer, digerir e assimilar o que se coloca diante de nós [TJ], sem rejeitar certas partes do alimento porque talvez não convenha ao capricho do nosso gosto mental”. (A Sent. 1/11/52, p. 164, §11)

2As pessoas também precisam estudar a história do povo de Jeová nos tempos modernos.

Esta é uma necessidade indicada pelo “canal de comunicação de Jeová” não apenas para que não se tropece é também a única forma de comprovar que o CG é o atual e único profeta de Deus na terra, logo, fazer tal estudo é fundamental, portanto, toda a TJ deve se sentir e está livre para assim fazer!

Para te auxiliar nesta obrigação vou dar uma sugestão de um fato histórico do “povo de Jeová” para que você possa estudar em profundidade para saber se realmente está seguinte ao verdadeiro profeta de Jeová:

Escreva para Betel, questionando a respeito do tema que vou sugerir (inclusive pedindo cópia das publicações indicadas para que possa verificar por si mesmo) e

Pergunte para os Anciões de sua Congregação o que segue.

No Livro “TJ Proclamadores…” lemos na página 201:

Por uns 35 anos, o Pastor Russell pensava que a Grande Pirâmide  de Gizé fosse a pedra de testemunho de Deus que confirmava períodos bíblicos. (Isa. 19:19) Mas as Testemunhas de Jeová abandonaram a idéia de que uma pirâmide egípcia tenha algo que ver com a adoração verdadeira. (Veja os números de 15 de novembro e de 1.º de dezembro de 1928 da “Watchtower”.)

Ao escrever para Betel, peça cópia das “Watchower” indicadas (por serem muito antigas, elas não existem em português) e faça as seguintes perguntas (que também devem ser feitas aos anciões de sua congregação):

A – A crença nesta pirâmide durou 35 anos ou foi bem mais do que isso?

B – Alguma outra religião, entre as que se dizem cristãs, também acreditavam na Pirâmide ou foram apenas nossos antecessores (os   “Estudantes da Bíblia”) que acreditavam nela?

C – Quem abandonou a ideia de que uma pirâmide egípcia podia “TER ALGO A VER COM A ADORAÇÃO VERDADEIRA” é porque tinha tal ideia?

D – Ter tal ideia (relacionada à pirâmide) significa praticar – RELIGIÃO FALSA?

E – É verdade que na segunda “Watchower” citada no livro “Proclamadores”, a pirâmide é chamada de – “Bíblia de Satanás”?

F – Como o “escravo” designado por Jesus (Mt. 24:45) tem por função “distribuir alimento no tempo apropriado” e por característica ser FIEL, então, o escravo (realmente) designado por Jesus é fiel em todo o tempo em sua função e, por isso, só distribui “alimento no tempo apropriado”, isso está correto?

H – A grande apostasia que entendemos ter ocorrido a partir da morte dos Apóstolos, isenta o “escravo” de ser fiel em sua função?

I – Se a pergunta anterior for afirmativa, onde a Bíblia abre esta exceção para o “escravo”?

A liderança da Organização está bem ciente de que tem muitos “esqueletos no armário” semelhantes a este que citei mas, isso não a impede de mandar as TJ pesquisar o “armário”!

3 Se elas “puxarem a ficha” do povo de Deus, o preconceito e o que outros falam não vão cegá-las.

Concordo plenamente! Se todas as TJ fizerem o que o CG manda e “puxarem a ficha” do “povo de Deus” (leia-se: dos líderes das TJ), diretamente das publicações de cada época, seu “pré-conceito” de que por ser TJ você está, automaticamente, “na verdade” ficará totalmente abalado e você não será cegado pelo tratamento “adocicado” (para dizer o mínimo) nas raras vezes em que as publicações atuais mencionam aos “esqueletos  do armário”.

Para encerrar, lembro que tanto a Sentinelas de 1972 como a de 2021 são “alimento espiritual no tempo apropriado”, porém, tal alimento, na verdade, não pode ser praticado pelas TJ sob pena de serem encaradas como pessoas que estão, na melhor das hipóteses, influenciadas por “pensamentos apóstatas” (sendo que “apostasia” aqui deve ser entendido como: qualquer pensamento que coloque em dúvida que o CG diz ser, por mais verdadeiro e comprovado na Bíblia que tal pensamento seja), assim, o que tais Sentinelas fazem é:

MENTIR

por afirmar que é salutar que as TJ façam aquilo que elas sabem que não podem fazer e como o CG, ainda assim, faz o convite é porque têm certeza que pode afirmar o que quiser às TJ, por mais absurdo e mentiroso que seja!

Voltando à situação proposta no início deste artigo, temos que o motorista do veículo é o CG o policial são todas as demais “TJ”!

—————————-

Caro(a) Leitor: Como tenho dito, um dos objetivos deste Blog é permitir o contato entre este blogueiro e os (as) navegantes do Blog. É impossível você não ter uma opinião sobre o que leu acima. Você pode concordar com tudo. Você pode, no íntimo, concordar com tudo, porém, não pode confessar que concorda. Você pode concordar em parte ou discordar de tudo, o que te peço é que, em qualquer caso, não deixe de expressar sua opinião, seja escrevendo um comentário abaixo do artigo seja enviando um e-mail para – 1tessalonicenses5.21@gmail.com –  inclusive, para indicar alguma correção a ser feita no texto. Desde já agradeço.

———————–

Nota Legal – Os Artigos deste Blog estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais. Reprodução integrais ou parciais são permitidas, desde que, citada a fonte e com inclusão de link que remeta diretamente para este artigo.

 

2 comentários

  1. O Ignorado disse:

    Se a religião seguisse os ensinamentos de Cristo na íntegra, não haveria necessidade de haver partículas prepotentes de robotizar os adeptos. Criam leis e regras internas para proteger a mentira ou a verdade da Verdade.

    A influência é tão tesa que faz com que os adeptos do CG, não vejam os elementos da mentira drástica que lhes têm deferido.

    Livrar-se deste falso profeta de “deus” e não de DEUS, trará uma grande euforia psicológica ao indivíduo de mente aberta.

    Eu não sou apologista de religião.

    Eu sou de opinião que as pessoas devam seguir a Cristo Jesus e não à homem que por si só faz uma designação de escravo prudente.

    Para depois dizer que comete erro e que não é mais inspirado.
    Que discrepância de ensino hodierno e de ensino antigo.

    Que as pessoas abram os olhos.

    • admin disse:

      Olá João. Concordo plenamente! A religião pura e sem mácula consiste em prática individual (Tg. 1:27)e o cabeça do corpo formado pelos praticantes da religião pura e sem mácula é um só – Jesus!
      Ele é o Bom Pastor, a Videira Verdadeira, a Água Viva, o Caminho, a Verdade e a Vida, é para ele que devemo ir pois só ele tem as palavras de vida eterna (Jo. 6:68).
      Que Jesus te abençõe, que vc. pratique a verdadeira religião e seja um portador das boas novas da salvação para a vida de muitas pessoas.
      Volte e comente sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *