CERTIFICAI-VOS SHORTS (5) – O QUE DIZER DO “ESCRAVO” TJ?®

CERTIFICAI-VOS SHORTS (5) – O QUE DIZER DO “ESCRAVO” TJ?®

14 de maio de 2021 Certificai-vos - Shorts 0

Porque Deus não é Deus de confusão, … (ICo. 14:33 – ACF)

Recentemente o “escravo fiel e prudente” publicou uma “nova luz” sobre o “escravo fiel e prudente”!

A “luz anterior” sobreo tema perdurou por muitas décadas, mas, tal qual já ocorreu com muitos outros ensinos do CG, o fato das TJ terem passados décadas considerando como verdade e ensinando a outros “uma luz” (um ensino bíblico qualquer – que se tornaria “luz anterior” no futuro), como se verdade fosse, nunca serviu de garantia de que tal “luz, de que tal “verdade” era realmente – a verdade!

Entre os muitos pontos que chamam atenção no advento da “nova luz” a que me refiro está em perceber o quanto o “escravo TJ” é lento e falho em perceber as “novas luzes”, inclusive, aquelas que tem a ver com ele próprio e com sua função!

Para percebemos isso, vou transcrever menções ao ensino a que me refiro, qual seja (considerando correta a interpretação que o CG dá para Mt. 24:45 a 51):

O CG JÁ FOI OU AINDA SERÁ ENCARREGADO

SOBRE TODOS OS BENS DE JESUS?

Vejamos como esta “verdade” variou do entendimento abandonado para o atual. Para tanto vou citar 2 Sentinelas:

    1ª – A mais antiga que encontrei ensinando a “velha luz” sobre o tema.

    2ª – Aquela que inaugurou a “nova luz” sobre o tema.

          Em relação à 1ª publicação procurei apenas entre as Sentinelas em português (em inglês existe Sentinela bem mais antigas ensinando o mesmo).

… podemos ver que, quando Cristo Jesus veio de novo com o poder do Reino e encontrou a classe do “escravo fiel e discreto” e a designou sobre todos os seus bens visíveis na terra desde 1918, isto também foi um cumprimento da profecia de Isaías relativa aos príncipes. (A Sent. 15/7/1952 p. 25)

DESIGNADO SOBRE TODOS OS BENS DO AMO — QUANDO?

(…)

18 Em vista do que acabamos de considerar, o que podemos concluir? Quando vier para julgar durante a grande tribulação, Jesus verá que o escravo fiel tem fornecido lealmente oportuno alimento espiritual aos domésticos. Jesus TERÁ então prazer em lhe dar a segunda designação — sobre todos os seus bens. (A Sent. 15/7/2013. p. 24 e 25).

– Como se vê, a “velha luz” (Jesus já encarregou o CG sobre todos os seus bens) foi ensinada pelas TJ para outras pessoas, com se verdade bíblica fosse, por (bem) mais (2013-1952) de 60 anos!

– Desde de 7/2013 a verdade (aquilo que a Bíblia realmente ensina), porém, se mostrou ser:

Não! O CG ainda não foi encarregado sobre todos os bens

de Jesus, isso é algo que pode vir a ocorrer (ou não) no futuro!

Muitas implicações podem ser tiradas a partir desta “mudança de verdade”, dentre elas, o fato de que até antes da Sentinela de 2013 as TJ criam (e ensinavam a outros) que o CG que já havia sido avaliado, aprovado e encarregado por Jesus, afinal, já teria sido encontrado:

DISTRIBUINDO ALIMENTO NO

 TEMPO APROPRIADO!

Mas isso nunca foi verdade!

O inteiro conjunto do “alimento” espiritual distribuído pelo CG ainda será avaliado por Jesus e isso revela que não há certeza alguma de que o CG é o “escravo fiel e prudente”, afinal, ainda não foi avaliado por Jesus e aqui há um aspecto importantíssimo a ser percebido e para percebê-lo basta ler os versos 45 a 51 de Mateus capítulo 24 (inicio transcrevendo apenas os versos 45 a 47):

45 “Quem é realmente o escravo fiel e prudente, a quem o seu senhor encarregou dos seus domésticos, para lhes dar o alimento no tempo apropriado? 46 Feliz aquele escravo SE o seu senhor, quando vier, o encontrar fazendo isso! 47 Digo a verdade a vocês: Ele o encarregará de todos os seus bens.

O “SE” destacado é uma “conjunção condicional” logo, o escravo só será “feliz”, só será “encarregado sobre todos os bens de Jesus”, SE estiver, continuamente:

– “distribuindo alimento no tempo apropriado

Isso significa que o escravo (inicialmente designado – conforme o verso 45) PODE FALHAR, pode SER REPROVADO por Jesus,

ESSA É UMA POSSIBILIDADE REVELADA NA BÍBLIA!

E tanto esta é uma possibilidade bíblica que os versos 45 a 51, que continuam tratando do mesmo “escravo” (mencionado no verso 45), se não for encontrado fazendo o que deveria fazer, será reconhecido como o “escravo mau” e terá um futuro bem trágico, notem:

48 “Mas, se aquele escravo mau disser no coração: ‘Meu senhor está demorando’, 49 e começar a espancar seus coescravos, e a comer e beber com os beberrões, 50 o senhor daquele escravo virá num dia em que ele não espera e numa hora que ele não sabe; 51 ele o punirá com a maior severidade e lhe designará um lugar entre os hipócritas. Ali é que haverá o seu choro e o ranger dos seus dentes.

Se o CG é o “escravo” do verso 45 de Mateus, então, no futuro ele poderá ser reconhecido por Jesus como sendo o “escravo mau” (versos 48 a 51) e isso me permite fazer a seguinte afirmação, muito bem baseada na Bíblia:

Se o “escravo” constituído pelo CG não tem distribuído apenas “alimento no tempo apropriado”, então, as TJ estão seguindo, cegamente, ao “escravo” mau”!

E aqui vem o principal: Aquilo que Jesus só irá avaliar no futuro já pode ser verificado, individualmente, pelas TJ hoje, basta responder à seguinte pergunta:

O CG só fornece “alimento

 no tempo apropriado”?

– Sobre isso é muito fácil perceber que nenhum ensino bíblico falso tem para si um momento no qual pode ser considerado “alimento no tempo apropriado” e nisso o CG concorda plenamente, como se vê abaixo:

2 Sem conhecimento exato podemos ser enlaçados por ensinos falsos promovidos pelo opositor de Deus, Satanás, o Diabo, que é “mentiroso e o pai da mentira”. (João 8:44) Portanto, se certa doutrina contradiz a Palavra de Deus, se é uma mentira, então, crer nela e ensiná-la desacredita a Jeová e nos coloca em oposição a ele. Assim, temos de examinar cuidadosamente as Escrituras Sagradas para saber distinguir entre a verdade e a falsidade. (Atos 17:11) Não queremos ser como os que estão “sempre aprendendo, contudo, nunca podendo chegar a um conhecimento exato da verdade”. — 2 Timóteo 3:1, 7. (A Sent.1/6/88 p. 15)

– Mas não são, exatamente, as TJ que têm uma doutrina oficial de mudanças de ensino baseadas em Pv. 4:18?

– A doutrina das “novas luzes” não mantêm as TJ sem nunca saber se já chegaram ou não ao conhecimento exato da verdade sobre cada ponto de fé que possuem?

– O “escravo TJ” passou mais de 60 anos crendo, ensinando às TJ e exigindo que estas ensinassem a outros a seguinte porção de “alimento no tempo apropriado”: O alimento distribuído pelo CG (até 1919) já havia sido inspecionado e aprovado e por isso o CG já estava encarregado sobre todos os bens de Jesus, porém, mais de 60 anos depois, o próprio CG revela que tudo isso é MENTIRA, o que indica que o CG:

não tem o “conhecimento exato” (que a Sentinela acima diz ser fundamental para não ser “enlaçado pelo Diabo”) nem mesmo aquilo que lhe diz respeito – imagine-se no resto!?

Tenho que repetir: Mais de 60 anos se sentindo, se dizendo e exigindo ser encarado pelas TJ como já estando “encarregado de todos os bens de Jesus” e era tudo mentira!

Leitor(a), eu já sei o que dizer do CG e agora pergunto a você:  

                                                O que dizer do “escravo” TJ?

—————-

Caro Leitor(a), se você for TJ sabe que: crê (e precisa crer) em tudo o que o CG ensina, porém, desde 2013, nem o próprio CG garante que o alimento que ele fornece atende ao requisito bíblico, afinal, isso ainda será avaliado por Jesus e o CG pode ser reprovado (como a Bíblia revela) e se for reprovado é porque o alimento espiritual que você tem consumido “de olhos fechados” não lhe serve, não lhe é saudável, afinal, não é (nem nunca será – Pv. 4:18 garante, no mínimo, a dúvida sobre isso) o fundamental “conhecimento exato”, logo, você, de acordo com a última Sentinela citada, está desacreditando a Jeová e está se colocando em oposição a Ele!

Jesus só vai avaliar o CG no futuro, mas você precisa avaliá-lo agora, afinal, você coloca, literalmente, sua vida (física e espiritual) nas mãos do CG sem saber se ele realmente é o “escravo fiel e prudente” de Mt. 24:45! Mas basta se lembrar de Pv. 4:18 para ter certeza que ele não é!

Você concorda comigo? Você discorda de algo que tenha afirmado (no todo ou em parte)? Expresse sua opinião, fale comigo, exponha seus pensamentos (deixe uma mensagem aqui no Blog ou escreva para 1tessalonicenses5.21@gmail.com e se encontrar algum erro de escrita no texto indique também – por favor). Desde já agradeço.

————————

Nota Legal – Os Artigos deste Blog estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais. Reprodução integrais ou parciais são permitidas, desde que, citada a fonte e com inclusão de link que remeta diretamente para este artigo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *