Erros nas Provisões de Jeová! Porque eles ocorrem?®

Erros nas Provisões de Jeová! Porque eles ocorrem?®

1 de agosto de 2020 "Verdade" 0

Existe uma realidade inegável que as literaturas do CG revelam:

– As matérias de estudo (em especial) nas páginas da Sentinela são:

PALAVRAS DE JEOVÁ e por isso (como não poderia deixar de ser) são A VERDADE!

Não tem como concluir coisa diversa, a não ser que as TJ, neste ponto e na verdade, tenham a mesma convicção das pessoas das demais religiões cristãs (ou da “cristandade” como chamam), que consideram que muito pouco ou nada de Deus existe em tal literatura.

Se as TJ levam a sério a literatura do “escravo fiel e prudente” e acreditam que ali se encontra é “alimento no tempo apropriado” (Mt. 24:45) então, não há como negar que é Jeová quem fala por meio do CG, após ler, por exemplo, o que segue:

Quando o nosso Pai celestial Jeová Deus FALA, quer através de sua Palavra, a Bíblia, QUER ATRAVÉS DE SUA ORGANIZAÇÃO TERRESTRE, é AINDA MAIS IMPORTANTE escutar e obedecer, provando que somos adoradores obedientes… S. 1/4/88, p.31

                  Não tem como ser mais claro: Jeová fala na Bíblia e FALA por meio de sua Organização (que é, exatamente, o que garante Mt. 24:45 na interpretação do CG) e quando fala por sua Organização:

“É AINDA MAIS IMPORTANTE OUVIR DO QUE OUVIR A BÍBLIA”!

            Um “integrante de Babilônia a Grande” lê as palavras acima e pensa: “Como alguém que afirma conhecer a Bíblia consegue afirmar isso e como é possível encontram pessoas que acreditam nisso”, já uma TJ não têm opção, tem que dar mais atenção ao que “Jeová fala” por intermédio da Organização do que naquilo que fala pel Bíblia! E é por isso que o CG, com naturalidade, afirma:

18 NATURALMENTE, a leitura da Bíblia não deve substituir seu uso da excelente matéria de estudo providenciada por meio do “escravo fiel e discreto”Esta também faz parte das provisões de Jeová — uma provisão muito preciosa. (Mateus 24:45-47) S. 1/5/95, p.19

Para quem tem (ou pelo menos busca ter) na Bíblia a única regra de fé e prática, fica perplexo diante de tal afirmação, pois, logo conclui que esta afirmação contraria frontalmente a Bíblia (IITm. 3:16), porém, as TJ, reafirmo, não têm opção, pois, têm que encarar a Sentinela como:

 PROVISÕES DE JEOVÁ TAL QUAL A BÍBLIA É!

Obs – Notem que há texto bíblico indicado para dar base a tal afirmação feita na Sentinela acima, texto que afirma que o escravo distribui alimento (que lhe é provido por Jesus), “alimento no tempo apropriado” e como a mentira não nunca será apropriada em momento algum, obviamente, a Sentinela só ensina – A VERDADE !

Em outra duas Sentinela Lemos:

9 Então, como está o seu apetite espiritual? Como encara o abundante suprimento de alimento espiritual que Jeová fornece regularmente por meio de publicações (…)? S. 1/8/92, p. 9-10

18 A disciplina (treinar, amoldar e ajudar) chega a nós em forma de conselho por intermédio desta revista, A Sentinela. Nela aprendemos os princípios de Jeová e a aplicação deles à nossa vida, podendo então nos ajustar; e assim as verdades publicadas são provisões de Jeová para o nosso benefício, e deles podemos tirar grandes benefícios. S. 1/12/63, p. 715, p. 18

Em resumo:

– Jeová FALA por intermédio da Organização e, quando assim Ele FALA é quando é mais importante estar atento!

– Por isso, naturalmente, as provisões de Jeová na Bíblia não podem dispensar as provisões de Jeová na Sentinela, ate porque, esta é a forma de Jeová falar que mais requer atenção).

– O alimento que Jeová fornece na Sentinela é abundante e é provido com regularidade e como Jeová não erra (Dt. 32:4), realmente:

– As VERDADES publicadas na Sentinela são PROVISÕES DE JEOVÁ.

Nas muitas conversas que já tive com TJ, uma afirmação que já ouvi muitas vezes, quando aponto alguns dos absurdos que já foram cridos e ensinados como “alimento no tempo apropriado” (Mt. 24:45), como  provisões verdadeiras de Jeová, o seguinte argumento é utilizado:

 A Organização é perfeita,

 os homens é que são imperfeitos

e vão responder por seus erros.

Há, pelo menos, dois problemas neste raciocínio, notem:

1 – Ele contraria a lógica mais elementar, como revela o silogismo abaixo:

Homens são imperfeitos,

a Organização é formada por homens,

logo, a Organização é Imperfeita!

A cada vez que determinada “verdade” perde a propriedade de “estar no tempo apropriado” e é substituída por outra “verdade”, isso deveria trazer imediata certeza de que aquilo que se pública na Sentinela não são verdades (finais e definitivas), logo, também não são provisões de JEOVÁ, pois, em lugar algum a Bíblia nos ensina que Jeová, a fim de ensinar uma verdade sobre determinado tema, começa com uma mentira e a vai alterando de tempos em tempos até a transformar na verdade definitiva sobre aquele tema.

Neste sentido, o que a Bíblia fala sobre Jeová está, corretamente indicado, na Sentinela abaixo:

7 Os princípios de Jeová nunca mudam. O Salmo 33:11 diz: “O próprio conselho de Jeová ficará de pé por tempo indefinido; os pensamentos do seu coração são para uma geração após outra geração.” Além disso, Jeová é Rei e tem amor leal. Ele é justo e fiel. A Bíblia mostra que essas verdades nunca mudam. (Êxodo 15:18; Salmo 106:1; 111:3; 117:2) Malaquias 3:6 diz: “Eu sou Jeová; não mudei.” De maneira parecida, Tiago 1:17 diz que com Jeová “não há variação da virada da sombra”. S.15/7/14, p.5

Como se vê este, “modus operandi” (uma trilha de mentiras para se chegar numa verdade ao final) sobre cada tema bíblico, não pode ser proveniente de Jeová, pelo menos, não do Jeová que os textos bíblicos citados acima apresentam.

2 – As TJ, enquanto não confrontadas com os erros que já ensinaram a outros como se verdades bíblicas fossem, só acreditam na 1ª verdade (e suas derivadas):

A Organização é perfeita!

O que ela ensinada é perfeito!

O que ela faz é perfeito!

Quando são confrontadas com “erros que Jeová já cometeu”, aí pensam:

 Os homens é que são imperfeitos

e vão responder por seus erros.

            A afirmação “A Organização é perfeita…” permanece sempre, assim, por mais que afirmação:

A Organização é perfeita,

———————————————

 os homens é que são imperfeitos

e vão responder por seus erros.

seja feita “em um único fôlego” na mente das TJ eles estão desconectadas, uma coisa é a Organização (esta, em qualquer caso, é perfeita) e outra coisa são os homens que a compõem, estes podem errar e estes irão responder por seus erros.

No que nos leva de volta ao ponto 1 acima!

Mas se é tão logico assim perceber que a Organização só pode ser imperfeita, porque as TJ não chegam a esta conclusão?

            Sem dúvida, assim ocorre porque acreditam que a Organização é de Jeová, logo, Jeová a dirige e se assim o faz, então, a perfeição da Organização está garantida.

            Um exemplo evidente de tal realidade (para quem acredita nela como sendo perfeita – é o caso das TJ) é a Bíblia.

            Note como podemos aplicar o mesmo silogismo em relação à Bíblia:

Homens são imperfeitos,

muitos homens foram usados na escrita

 e na preservação do texto da Bíblia,

logo, o texto da Bíblia é imperfeito!

            Muitos creem exatamente assim, e do ponto de vista apenas da lógica, quem pensa assim está correto e quem não pensa assim (é o meu caso) está enganado, não está sendo lógico!

            É aí que entra o “fator extra”, que traz a perfeição para aquilo que seria imperfeito – o fato da Bíblia ser um projeto, uma obra, um realização de Jeová.

            Obviamente Jeová não tornou os “escritores bíblicos” perfeitos para que pudessem “escrever a Bíblia” (a própria Bíblia revela bem a imperfeição de todos eles), o que Jeová fez, quando da escrita de cada palavra que deveria ser registrada foi impedir a manifestação de erros que pudessem comprometer o texto, o mesmo se diga dos copistas durante a reprodução dos textos bíblicos.

É nisso que as TJ creem em relação à  Organização quando afirmam que ela é – perfeita. E mesmo diante da evidência de que os erros dos homens refletem nas “palavra de Jeová”, nada muda, elas continuam afirmando que a Organização é perfeita!

Quando as TJ estudaram (a citação da Sentinela que segue é de Estudo) que:

12 O Corpo Governante não (…) é perfeito.

elas concordaram e concordam (o CG é composto de homens, logo, não é perfeito).

Mas quando, na sequencia imediata leram:

Por isso, ele pode cometer erros aos explicar assuntos da Bíblia ou ao dar orientações. (…).

Aqui elas também devem ter concordado mas, seu eu você uma TJ, eu pensaria:

Mas, como assim?

Não é o CG que afirma que:

14(…) não confiam na sabedoria humana ao fazerem decisões. Não, sendo governados teocraticamente, seguem o exemplo do primitivo corpo governante em Jerusalém cujas decisões baseavam-se na Palavra de Deus e eram feitas sob a direção do espírito santo. — Atos 15:13-17, 28, 29. Lv. Poderá Viver, p. 195?

Se as coisas funcionam igual ao que funcionavam com o CG primitivo, as decisões hoje também são tomadas com base na Bíblia (só que agora, esta está completa) e são feitas com a direção do Espírito Santo, mas, se assim é, porque se afirma que o CG atual ensina erros bíblicos e o CG primitivo não ensinava?

O que ocorreu com o Espírito Santo?

Jesus mentiu quando afirmou:

13 No entanto, quando esse chegar, o espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade, pois não falará de seu próprio impulso, mas falará as coisas que ouvir e vos declarará as coisas vindouras.?

Quem guiava o CG primitivo era o Espírito Santo, quem guia (falando) ao CG atual é o mesmo Espírito, Ele não guiou o CG primitivo a nenhuma MENTIRA (nem mesmo como “ponte” para chegar à verdade), sendo assim, porque sua guia pode resultar em ensinos errados?

O Espírito foi derramado em 33 EC, logo, ele já está guiando a toda verdade a quase 2000 mil anos nesta data mas, em 2017, homens guiados por Ele finalmente reconheceram (e o reconhecimento vale tanto para antes quanto para depois de 2017) que não ensinam apenas verdades bíblicas nem dão conselhos corretos?

Como pode um conjunto de homens, que sabem que ensinam erros bíblicos afirmarem:

18 NATURALMENTE, a leitura da Bíblia não deve substituir seu uso da excelente matéria de estudo providenciada por meio do “escravo fiel e discreto”Esta também faz parte das provisões de Jeová — uma provisão muito preciosa. (Mateus 24:45-47) (S. 1/5/95, p.19)?

Mt. 24:45-47 (citado acima) nunca deu base para se afirmar que as palavras do CG SÃO PROVISÕES DE JEOVÁ, afinal, a continuidade da Sentinela de 1917 afirma:

“Na verdade, Jesus não disse que o escravo ia dar alimento espiritual perfeito.”?

Mas Jesus não disse, como vimos no texto de João acima, que o Espírito guiaria:

 a toda a verdade?

Se Jesus afirmou que o Espírito guiaria a toda a verdade, isso não é o mesmo que afirmar que aquele ou aqueles a quem Ele guiaria dariam alimento espiritual perfeito?

Na sequência a mesma Sentinela de 2017 afirma:

Então, como podemos saber a resposta da pergunta de Jesus: “Quem é realmente o escravo fiel e prudente?” (Mat. 24:45)

Vejamos o texto citado (na TMN com referências ou no texto paralelo em Lucas 12:42 em qualquer versão da TMN):

45 “Quem é realmente o escravo fiel e discreto a quem o seu amo designou sobre os seus domésticos, para dar-lhes o seu alimento no tempo apropriado?

O alimento distribuído pelo escravo não pertence a Jesus (não é isso que indica o pronome “seu” destacado acima)?

Se o alimento que o escravo distribui é de Jesus, então, o CG só não distribui alimento perfeito, porque Jesus lhe entrega alimento imperfeito?

A culpa é de Jesus?!

– Concluindo: A pergunta tema desta postagem é:

Erros nas Provisões de Jeová! Porque eles ocorrem?

A resposta a que posso chegar, depois que tudo o que considerei acima é:

Porque nem Jeová, nem Jesus, nem

 a “força ativa” de Jeová têm

 qualquer relação com o CG!

E você, leitor deste artigo, o que pensa a respeito?

———————–

Você concorda com a argumentação acima, no todo ou em parte? Você discorda completamente? Você crê que torci ou desvirtuei algo acima? Você concorda comigo e tem outros argumentos que vão no mesmo sentido que argumentei? Você encontrou algum erro de escrita que requerer correção? Escreva para mim, respondendo a um, alguns ou todos estas perguntas, seja por e-mail (1tessalonicenses5:21@gmail.com) ou deixe uma mensagem no Blog. Desde já, agradeço.

Nota Legal – Os Artigos deste Blog estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais. A reprodução de partes dos artigos é permitida desde que, citada a fonte e com indicação do link do artigo de onde foi retirada citação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *